EMPREENDEDORISMO – RESILIÊNCIA – INTELIGÊNCIA EMOCINAL

Ainda movido pela empolgação da palestra de ontem (03/05/2016) sobre EMPREENDEDORISMO – RESILIÊNCIA – INTELIGÊNCIA EMOCINAL, resolvi compartilhar com você algumas informações que julgo interessante.
MeuMalvadoFavorito Você sabia que o BRASIL já foi considerado o NÚMERO UM em empreendedorismo dentre um grupo de vários países?
Não me pergunte à quantidade de países, nem a quantidade de vezes que o Brasil foi o número “UM”, sei de pelo menos duas vezes em que ele conquistou este título.
Acredito que no site do SEBRAE estas informações poderão ser confirmadas, consulte!

Ao ler o parágrafo acima com a informação de que o BRASIL foi (ou é) o “NÚMERO UM” em empreendedorismo você conseguiu imaginar a dimensão disto?
Parou para pensar que estivemos, e talvez ainda estejamos, a frente de países como EUA, Inglaterra, Irlanda, sei lá! Pensa em um país “poderoso”, pois é, somos maiores que ele no quesito “Empreendedorismo”.

A primeira vez que conquistamos esta façanha não achei tão relevante porque o alto índice de empreendedores atuava na NECESSIDADE e não na OPORTUNIDADE, ou seja, eram pessoas que criaram seu negócio para sobreviver (NECESSIDADE) e não porque identificaram alguma falta no mercado (OPORTUNIDADE).

E VOCÊ, esta preparado? Vai atuar na NECESSIDADE ou na OPORTUNIDADE?

Existem muitas características que um empreendedor deve ter para iniciar seu próprio negócio, vejo por exemplo, no GRU (Meu malvado favorito), um excelente empreendedor, um modelo a ser seguido. Em primeiro lugar, ele entende do assunto e gosta muito do faz. Ele é o chefe, o patrão, mas reparou como ele trata os seus funcionários? Tem centenas de Minions trabalhando para ele e ele sabe o nome de cada um! Ele coopera, ajuda, participa. Sabe chamar a atenção como também sabe reconhecer os seus erros. Esta animação é (mais) um filme que todo Administrador deve assistir com muita atenção, há lições maravilhosas nos filmes da série “Meu Malvado Favorito”. Se você já assistiu, veja novamente, agora com a ótica de um empreendedor!

Ser um empresário de sucesso demanda muito trabalho, muita visão e muita perseverança.

Leia o texto a seguir e deixe sua resposta abaixo, gostaria de saber se você analisou o texto com a mente do empreendedor:

Um guarda-noturno trabalhava numa empresa especializada na lapidação de diamantes.
Numa manhã, ele contou ao seu chefe um sonho que tivera na noite anterior.
Disse-lhe que o avião que ele iria tomar com destino à Rússia sofreria um acidente e, em consequência, morreriam todos os passageiros…
Seu chefe, um jovem executivo, dinâmico e empreendedor, que tinha verdadeiro pânico de aviões, assustado com a informação de seu empregado, decidiu cancelar o voo.
Três dias mais tarde, leu nas manchetes dos principais jornais que o jumbo que ele deveria ter tomado caíra no mar e, até o momento, não havia notícias de sobreviventes.
Imediatamente, chamou o guarda-noturno, mostrou a notícia do jornal e agradeceu-lhe efusivamente o aviso que lhe salvara a vida e, a seguir sem nenhuma explicação adicional, despediu-o da companhia.
O guarda não compreendia por que havia sido despedido depois de salvara vida de seu chefe.

Pergunta: Porque o guarda foi mandado embora?

Escreva sua resposta sem ler as anteriores, seja honesto consigo mesmo.
No post de amanhã eu colocarei a resposta.

[Total: 6    Média: 5/5]
Tags , , , , ,

6 opiniões sobre “EMPREENDEDORISMO – RESILIÊNCIA – INTELIGÊNCIA EMOCINAL

  1. Agradeço a todos pela participação. Confesso que esperava comentários questionando a “Resiliência e a Inteligência Emocional” descrita no título e não explorada no texto.
    Quanto a resposta: – O guarda-noturno trabalhava em uma empresa especializada na lapidação de diamantes, empresa de alto risco, e foi demitido porque estava dormindo em serviço. Um líder deve ser bondoso, amoroso, compreensivo mas, sobretudo, deve saber liderar, zelar pela segurança tanto dos colaboradores como do patrimônio. Ele poderia premiar tal funcionário com verbas próprias, mas, jamais poderia admitir que a pessoa responsável pela segurança dormisse em serviço. Há quanto tempo isso ocorria e por quanto tempo mais ocorreria? Qual exemplo seria dado aos demais funcionários?
    Mais uma vez, obrigado.

  2. Perly disse:

    O guarda salvou o chefe, então como fica aquele negócio de gratidão, bom patrão, bom senso e imagem positiva junto aos funcionários? Pensemos na repercussão negativa em toda a empresa, sobre fato de o vigia ter sido mandado embora, depois de salvar a vida do patrão; no mínimo, se o empresário quer ter sucesso em seu negócio, deverá agir com parceria com seus colaboradores e manter a boa imagem social, mesmo que isso lhe custe abrir uma exceção, que nesse caso, seria altamente justificável para todos. Eu decidiria assim!

  3. jorgeagrelos disse:

    Um funcionário que sonha desta forma, não sonha de aspirações,
    só podia estar dormindo mesmo no seu trabalho, e o patrão neste caso não perdoa. Ele próprio se entregou.

  4. Alicinha disse:

    O patrão deveria promover o guarda, mas dar a ele um trabalho durante o dia, pois se ele sonhou, o que só acontece quando entramos em sono profundo, é porque estava dormindo no seu horário de trabalho!hahahaha!

  5. Perly disse:

    Apesar da estória não relatar maiores detalhes sobre o vigia, tipo, poderia ter dormido e sonhado na sua noite de folga e o patrão por sua vez, deu mais importância às coisas da empresa, do que a própria sua vida… enfim, é difícil explicar piadas. Se fosse eu, promoveria o guarda; cada um, cada um… (risos)

  6. Zaraneto disse:

    vigia noturno!
    dormiu na hora do trabalho.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.